Vaso John Pitt

O vaso para a Olea “Tormento” Sylvestris já está pronto, recebi hoje as primeiras fotografias e estou muito satisfeito com o resultado, participar no processo criativo para este vaso junto de John Pitt foi sem dúvida uma experiência muito positiva, o John é um ceramista fantástico sempre pronto a ouvir as nossas ideias e nunca deixa o seu lado artístico ultrapassar as necessidades da árvore que irá habitar os seus vasos.

Esta árvore não era propriamente uma árvore fácil, o seu nebari massivo de 36cm quase radial (pois em alguns sitios chega quase aos 40 cm) pedia um vaso circular de 43cm no mínimo e de 15cm de profundidade, a solução passava por um vaso desenhado especificamente para este projecto.

Quanto ao resultado a textura remete suavemente para a casca enquanto as tonalidades estão acertadas com a espécie em questão, estou ansioso pela próxima época de transplantes onde irei envasar esta Olea neste belo vaso, quanto ao vaso só chega às minhas mãos lá para Outubro, mas a vontade de apreciar o trabalho do John e ter o vaso na mão para apreciar o trabalho ao vivo é muita.

Anúncios

4 thoughts on “Vaso John Pitt

  1. Olá David,

    Bela aquisição, muito bonito esse vaso =)

    Abraço

  2. João Pires diz:

    Olá David,

    Bom vaso, sim senhor 😉
    Fico com curiosidade de ver com a árvore lá dentro.
    Boa continuação.
    Abr.
    João

  3. Mario Eusebio diz:

    Viva David!

    O vaso é excelente!!!

    Eu, no entanto preferia uma vaso diferente para a olea, gostava mais de um vaso não redondo!

    Quando o envasamento for feito será mais fácil de apreciar o conjunto, pois agora assim é um pouco dificil de casar a árvore com o vaso!

    Parabéns!

    Mário Eusébio

  4. Olá a todos,

    Obrigado pelos comentários, também gosto muito do vaso e estou ansioso por ver a árvore nele.

    Mário,

    Pessoalmente compreendo a tua opinião, inicialmente não tinha em ideia um vaso redondo para esta árvore mas nem sempre as àrvores nos deixam fazer aquilo que desejamos e em Fevereiro passado quando transplantei a àrvore e vi o que estava debaixo do solo tive de repensar o vaso, tal como referi o nebari é quase radial, acima do solo.

    E este “quase radial” é que invalida a maior parte dos vasos pois existem zonas com 43cm de um lado ou outro e existem outras com 36cm ou seja acaba por ser até bastante irregular e na frente escolhida qualquer vaso que nao fosse quadrado ou circular ia ficar com um ar “exagerado/oversized”…pois da frente à traseira sao 43cm e de um lado ao outro 36cm…ou seja rectangulares ou ovais era para esquecer…(nao sei se me consigo explicar).

    Discuti este assunto tanto com a Maria João como com o John Pitt e os 3 acabamos por achar o vaso redondo uma melhor opção, está claro que só quando metermos a árvore no vaso é que vamos ver exactamente como funciona.

    Se não funcionar olha alguma soluçao irei encontrar 🙂

    Abraco,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: