Estética…

Existem dois argumentos estéticos que não me convencem, quando alguém refere que a árvore tem madeira morta a mais o outro argumento é quando o nebari é demasiado grande. Embora compreenda que isto acaba por estar relacionado com a “escola” de cada um a verdade é que não me consigo identificar com essas opções estéticas.

Enquanto um bom nebari radial com dimensão considerável demonstra uma árvore com maturidade, a Madeira Morta por sua vez demonstra que a árvore passou por um percurso de vida complicado e a verdade é que não existe criatividade mais mórbida, mais dramática, mais drástica e original do que a mãe Natureza. Se a espécie se apresenta assim na sua essência não compreendo como é que uma boa madeira morta ou um nebari grande num Bonsai podem ser considerados um problema.

Olhando a escola Japonesa, onde imperam grandes nebaris e muitas madeiras mortas, tenho visto muitas técnicas, mas nenhuma delas para reduzir nebaris ou para retirar sharis o máximo que vi até ao momento foram reduções de jins mas isso apenas porque não se inserem no desenho da árvore.

A árvore acima é um perfeito exemplo, um Juniperus Sabina na ilha El Hierro que faz parte do arquipélago das Canárias, mas basta passear pelo interior do Alentejo para ver o trabalho da Natureza, onde Oliveiras centenárias apresentam tanto ou mais dramatismo que esta Sabina.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: